Especial Liderar, integrar e gerir a diversidade

    Crimes sem castigo

    0
    São vários e chocantes. Se ler este artigo, ficará a saber que um conjunto de 100 empresas tem no seu currículo, nos últimos 28...

    Empresas de TI ambientalmente (i)responsáveis

    0
    Representam o sistema nervoso central da economia moderna global e já não conseguiríamos viver sem elas: estamos a falar das empresas que integram o...

    United Airlines e os consumidores de 1ª e 2ª classe

    0
    O episódio infeliz que colocou a companhia aérea United Airlines no radar da opinião pública – e dando origem a movimentos de repulsa, condenação,...

    Os CEOs que já não se podem esconder

    1
    De acordo com várias fontes, é cada vez mais significativo o número de CEOs que é exonerado das suas funções devido a falhas éticas....

    Falta de mulheres e minorias gera ciclo negativo perpétuo

    0
    Em 2016, os conselhos de administração que integram as 500 maiores empresas do ranking da Fortune deram alguns passos em frente no que respeita...

    “A diversidade fortalece o negócio e aumenta a inovação”

    0
    Portugal aprovou finalmente a Lei das quotas de género que, embora ainda longe da desejável paridade 50-50, obriga as empresas públicas e privadas a...

    Boa reputação ou como é tão fácil perdê-la

    0
    A Rolex ocupa o primeiro lugar do ranking anual de percepção sobre a reputação de grandes empresas e a Volkswagen o último. Em 100...

    VW: os podres que faltavam contar

    0
    Lançado há poucas semanas por Jack Ewing - o jornalista do The New York Times que acompanhou, passo a passo, todos os inenarráveis momentos...

    Quando certificar o “lógico” não devia ser necessário

    0
    Já se utilizaram litros e litros de tinta em notícias, campanhas, acordos e recomendações para a inalcançável paridade de género. Contudo, e por mais...

    Salto alto na igualdade salarial de género

    A indústria do calçado alcançou “um acordo histórico”, com patrões e sindicatos a assinarem um contrato colectivo de trabalho que prevê, pela primeira vez,...

    O PRR fará diferença?

    0
    Um fundo gigantesco, dando quatro anos para gastar milhões, torna inevitável desperdício, precipitação, abuso. Se a Europa queria realmente resolver os problemas, devia dar menos, com mais tempo e mais cuidado

    Rede Sociais

    4,149FãsCurtir