"São mais os benefícios da conciliação do que os da não conciliação"

0
A frase é de Isabel Hidalgo, responsável de comunicação da Fundación Másfamilia, a entidade parceira do Programa AconteSer para o eixo “equilíbrio entre vida...

Humanizar a empresa, precisa-se!

0
A promoção, nos líderes e colaboradores, de uma maior consciência das suas motivações, a par da sua expressão no quotidiano é, para José Manuel...

“Amor ao próximo é um critério de gestão”

0
Na primeira entrevista como presidente da Associação Cristã de Empresários e Gestores (ACE- GE), António Pinto Leite usa um discurso disruptivo. Numa linguagem pouco...

“O momento exige rigor e talento”

0
A superação da grave crise que o país atravessa “passa principalmente pelo desempenho colectivo e individual dos portugueses, e exige, por um lado, enorme...

Uma cultura de pagamentos atempados

Pioneiro, no sentido em que quantifica as perdas para a economia decorrentes da cultura enraizada de pagar tarde e a más horas, o estudo...

“Com atitude e boas práticas, há solução”

Pela sua “representatividade e motivação”, o programa AconteSer tem um papel chave na criação de um movimento que antecipe mudanças já consagradas no plano...

A ética de quem honra compromissos

0
No âmbito de um dos três eixos que compõem o Programa AconteSer – nomeadamente, o que visa os pagamentos pontuais a fornecedores – a...

Porque é preciso “Fazer AconteSER”

0
Contribuir para a melhoria da competitividade das empresas nacionais e dotá-las de instrumentos de gestão responsável é o grande objectivo do programa AconteSer, apresentado...

“Há cada vez mais empresas cidadãs“

0
As empresas que lideram no seu mercado “são as que apresentam melhores práticas de governação”. Foi com base neste pressuposto que a Bnomics lançou...

“É necessário converter recursos em capacidades”

0
A propósito do centenário do ISEG e do lançamento da 1ª edição de uma Pós-Graduação em Gestão da Sustentabilidade, o VER conversou com a...

O PRR fará diferença?

0
Um fundo gigantesco, dando quatro anos para gastar milhões, torna inevitável desperdício, precipitação, abuso. Se a Europa queria realmente resolver os problemas, devia dar menos, com mais tempo e mais cuidado

Rede Sociais

4,149FãsCurtir